O Que é Mal de Parkinson?

O Que é Mal de Parkinson?

O que é Mal de Parkinson? A Doença de Parkinson é uma desordem neurodegenerativa crônica e progressiva do movimento, o que significa que os sintomas continuam a piorar com o decorrer do tempo. Foi descrita em uma publicação intitulada “Um Ensaio sobre a Paralisia Agitante” apresentada em Londres pelo Dr. James Parkinson em 1817. A causa da doença é desconhecida, o que se sabe é que está relacionada com o mal funcionamento e morte de células nervosas no cérebro, principalmente os neurônios de uma área Continue lendo

A História da Paralisia Agitante

A História da Paralisia Agitante

A doença de Parkinson é uma condição conhecida desde a antiguidade. Ela é referida na Ayurveda com o nome de Kampavata. Na literatura médica ocidental foi descrita por Galeno como Paralisia Agitante em 175 d.C. Em 1817 um detalhado ensaio foi publicado em Londres pelo Dr. James Parkinson. A publicação foi intitulada “Um Ensaio sobre a Paralisia Agitante“. Esse ensaio estabeleceu a Doença de Parkinson como uma condição médica e foi baseado em seis casos em que ele observou em sua prática e em suas Continue lendo

Bradicinesia e Rigidez no Mal de Parkinson

Bradicinesia e Rigidez no Mal de Parkinson

O que é Bradicinesia? A bradicinesia (lentidão de movimento) é um dos principais sintomas do Mal de Parkinson e o que mais acarreta problemas para o paciente por se tornar extremamente incapacitante (mais que o tremor). Esse sintoma é progressivo podendo evoluir durante meses e anos, geralmente aparece no início da doença e tem intensidade diferente em cada paciente. Devido a lentidão os pacientes levam mais tempo e tem que fazer um esforço muito maior para completar as suas tarefas diárias – inclusive as mais Continue lendo

O Que São Síndromes Parkinson Plus?

O Que São Síndromes Parkinson Plus?

Parkinsonismo Atípico (Parkinson Plus) O termo “parkinsonismo” se refere a um grupo de doenças que estão relacionadas com uma insuficiência de dopamina nos gânglios da base – a parte do cérebro que controla o movimento. Os sintomas podem incluir tremor, bradicinesia (lentidão de movimento), postura flexora (tende a ficar encurvado), instabilidade postural e rigidez. Para aprender a identificar rapidamente veja → Aprenda Rapidamente os Sinais e Sintomas do Mal de Parkinson O diagnóstico de parkinsonismo requer a presença de pelo menos dois desses sintomas, uma Continue lendo

Pesquisadores Desenvolvem Exame de Sangue Capaz de Diagnosticar o Mal de Parkinson

Pesquisadores Desenvolvem Exame de Sangue Capaz de Diagnosticar o Mal de Parkinson

Exames Laboratoriais no Diagnóstico da Doença de Parkinson Um novo exame de sangue desenvolvido por cientistas na Austrália tem o potencial de detectar precocemente a Doença de Parkinson. Esse exame permitirá que os médicos diagnostiquem mais rápido, com mais confiança e consequentemente façam o tratamento adequado para a enfermidade. As pessoas que sofrem dos sintomas (bradicinesia, rigidez, tremor, etc.) da doença de Parkinson geralmente têm de ser submetidas a alguns exames antes dos médicos fornecerem o diagnóstico correto. Aprenda sobre → Os Sinais e Sintomas Continue lendo

Pacientes Idosos Podem ser Submetidos a Estimulação Cerebral Profunda?

Pacientes Idosos Podem ser Submetidos a Estimulação Cerebral Profunda?

Um estudo publicado na revista JAMA Neurology, pesquisadores liderados por Michael DeLong, verificou que 7,5 por cento dos pacientes que foram submetidos à estimulação cerebral profunda tiveram alguma complicação dentro de um período de três meses, independentemente da idade. Os pesquisadores não têm encontrado diferenças nas complicações da estimulação cerebral profunda nos pacientes mais velhos quando comparado aos pacientes jovens com doença de Parkinson.  A doença de Parkinson é um dos distúrbios do movimento mais comum e atinge principalmente as pessoas idosas. disse Nandan Lad, Continue lendo

A Origem da Doença de Parkinson Estaria no Intestino?

A Origem da Doença de Parkinson Estaria no Intestino?

A Doença de Parkinson, uma enfermidade associada a uma degeneração na substância negra do cérebro, pode ter sua origem em outra área da anatomia: “O INTESTINO”, dizem os pesquisadores. Há mais de uma década, um professor de neuroanatomia chamado Heiko Braak da Wolfgang Goethe-University, sugeriu que a doença pode começar no intestino e então se alastrar para o cérebro. A ideia tem gerado um intenso debate, mas agora pesquisadores da Universidade de Lund na Suécia afirmam ter visto os primeiros indícios de que a doença Continue lendo