Pesquisadores Desenvolvem Exame de Sangue Capaz de Diagnosticar o Mal de Parkinson

Exames Laboratoriais no Diagnóstico da Doença de Parkinson

exame de sangue no diagnóstico da doença de parkinson
Exame de sangue diagnosticará o Mal de Parkinson

Um novo exame de sangue desenvolvido por cientistas na Austrália tem o potencial de detectar precocemente a Doença de Parkinson.

Esse exame permitirá que os médicos diagnostiquem mais rápido, com mais confiança e consequentemente façam o tratamento adequado para a enfermidade.

As pessoas que sofrem dos sintomas (bradicinesia, rigidez, tremor, etc.) da doença de Parkinson geralmente têm de ser submetidas a alguns exames antes dos médicos fornecerem o diagnóstico correto.

Aprenda sobre → Os Sinais e Sintomas do Mal de Parkinson

Uma vez que a doença apresenta sinais e sintomas semelhantes aos de outros distúrbios neurológicos, os médicos têm de eliminar todas as outras causas possíveis para reduzir o risco de um paciente receber tratamento não adequado (os pacientes com parkinsonismo atípico, por exemplo, não respondem ao tratamento).

Para evitar esse perigo o microbiologista Paul Fisher e seus colegas na La Trobe University, em Melbourne, desenvolveram uma nova forma de exame de sangue que pode ser usado para identificar melhor este quadro neurológico específico.

O Papel das Mitocôndrias

defeitos das mitocondrias levando ao mal de parkinson
Mitocôndria

Os cientistas há algum tempo tempo acreditavam que a doença de Parkinson estava de alguma forma ligado a um acúmulo de subprodutos tóxicos produzidos por um defeito nas mitocôndrias das células.

No entanto, os pesquisadores descobriram que as mitocôndrias dos pacientes com doença de Parkinson não são defeituosas.

Ao invés de defeitos, a equipe descobriu que essas mitocôndrias trabalham quatro vezes mais do que o normal, o que faz com que elas produzam quantidades maiores de subprodutos tóxicos.

Fisher disse que descobrir a razão pelas quais as mitocôndrias estão hiperativas e porque tais materiais venenosos estão sendo produzidas poderia fornecer aos cientistas novos tratamentos para a Doença de Parkinson.

Até agora, o novo método diagnóstico para o Mal de Parkinson foi testado em 38 pessoas, 29 deles com diagnosticado da doença neurológica e nove indivíduos saudáveis que serviram como grupo controle.

O teste identificou com êxito as mitocôndrias hiperativas em pessoas com Doença de Parkinson.

Investimentos em Pesquisa

michael j fox foundation na busca da cura da Doença de Parkinson
The Michael J. Fox Foundation For Parkinson’s Research

Fisher e sua equipe receberam mais de US$ 640.000 de investimento das organizações The Michael J. Fox Foundation e da Shake It Up Australia Foundation para continuar o seu trabalho sobre o novo exame de sangue.

O financiamento lhes permite realizar mais testes para descobrir se a hiperatividade na mitocôndria das células também é vista em pacientes que sofrem de outras doenças neurológicas, como a Doença de Alzheimer ou se ela é exclusiva para pessoas com a Doença de Parkinson.

Pesquisadores Desenvolvem Exame de Sangue Capaz de Diagnosticar o Mal de Parkinson
4.9 (98.1%) 21 votos